MOTORISTA EMBRIAGADO ATROPELA E MATA MULHER EM TOCANTINS


Suspeito foi solto nesta quinta-feira (4). Corpo da vítima foi enterrado em Araguaína.



Adenizio da Silva Souza, motorista que estava preso suspeito de provocar o acidente que matou Pollyane Ferreira dos Santos de 24 anos, foi solto na tarde desta quinta-feira (4). O caso aconteceu na BR-153 em Araguaína. Por causa do impacto a vítima foi parar embaixo dos pneus do veículo.


A decisão da justiça foi após uma manifestação do Ministério Público do Tocantins, que aponta a falta de necessidade da prisão preventiva. O documento é assinado pelo juiz de direito, Hurisberto e Silva Furtado Caldas.


A defesa de Adenizio é feita pela Defensoria Pública do Tocantins que afirmou atuar para garantir aos assistidos um julgamento justo, com respeito à ampla defesa e contraditório.




O acidente foi registrado nesta quarta-feira (3). No local, o motorista chegou a fazer o teste do bafômetro, em que foi constatado embriaguez. O suspeito foi levado para a delegacia da cidade e autuado por homicídio qualificado. Em seguida foi encaminhado a Casa de Prisão Provisória de Araguaína. Ele passou por audiência de custódia na manhã desta quinta.



Corpo da vítima que morreu em acidente na BR-153 foi retirado debaixo de caminhão — Foto: Reprodução


Na decisão, o juiz defende que não há necessidade para a prisão, já que o suspeito não apresenta perigo a sociedade. "A ordem pública ou a ordem econômica não serão arranhadas com a presença do(s) custodiado(s) no seio da sociedade, tampouco verifico eventual inconveniência à instrução criminal com a soltura do(s) flagrado(s), muito menos necessidade de assegurar a aplicação da lei penal".


No texto a decisão ainda destaca que a prisão fere a liberdade de uma pessoa que ainda não foi julgada. "Qualquer espécie de prisão provisória consiste na medida cautelar que mais gravemente lesiona a liberdade individual, pelos intensos sofrimentos físicos, morais e materiais a que se sujeita, pela sua irreparabilidade, por sua larga duração e porque fere a um homem ainda não definitivamente culpado".


Ainda de acordo com o documento, o suspeito não soube informar nenhum contato de familiares para avisar sobre a prisão.


Após a soltura Adenizio deve cumprir as seguintes medidas preventivas:


O corpo de Pollyane Ferreira dos Santos foi enterrado no final da tarde desta quinta-feira (4), em Araguaína.





Fonte: G1 TO



23 comentários:

  1. Nada de taco para motoristas m4Lv4do

    ResponderExcluir
  2. Eu não entendo esses juízes o cara bêbado dirigindo uma carreta matou uma mulher ,e o juiz fala :não oferece perigo😡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dês de que ele não esteja ao volante de um caminhão, não oferece perigo mesmo.

      Excluir
    2. e como faz pra ele ficar longe de um caminhão se ninguém Vigia?

      Excluir
    3. @Douglas Bastos você não sabe de nada, ta falando merda. Esses juízes soltam até assassinos de alta periculosidade, ai no mínimo o chefe dele deve ter pago uma propina.

      Excluir
  3. Só queria ver como ficou o corpo dela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua mãe tá sentando aqui olhando pra trás piscando o olho falando pra eu socar forte...

      Excluir
    2. Sua mãe gosta que eu enforco ela uma putinh@... deixo o c# dela todo desmoralizado..

      Excluir
  4. A cara de quem não toma banho do caboco...

    ResponderExcluir
  5. Se for verdade que esse cara do áudio falou já passou a hora desse caminhoneiro de merda

    ResponderExcluir
  6. Se eu tivesse no local do acidente teria dado pelo menos umas duas facadas no bucho dele só pra ver o sangue descer msm

    ResponderExcluir
  7. Bêbado fazendo merda como sempre

    ResponderExcluir
  8. Esses caminhoneiros só andam drogados, muitos nem dormem direito, já que a carga fretada tem um prazo curto para ser entregue.

    ResponderExcluir
  9. Um ordinário desse tinha que perder a CNH, e pegar uns 50 anos de cadeia em regime fechado, caminhoneiro bêbado fdp. 😡😡😡

    ResponderExcluir
  10. O cara já não é réu primário e o juiz ainda libera esse merda? Quero vala pra ele!

    ResponderExcluir
  11. "Não representa perigo à sociedade" diz a vagabunda da juiza filha da puta. Se fosse com um familiar dela, a sentença seria diferente

    ResponderExcluir
  12. Pode matar essa pinguço o cara atropelou uma deusa dessa

    ResponderExcluir
  13. Depois diz que maconha e mais perigoso que álcool

    ResponderExcluir
  14. Que leis são essas meu Deus, que só beneficia o assassino 😧

    ResponderExcluir

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Atenção! Comentários relacionados a políticas, perfis com nomes de políticos ou nomes escrotos não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.