CHEFE DA MILÍCIA DE SEPETIBA É MORTO A TIROS NA ZONA OESTE DO RIO


Sérgio Bomba, apontado como um dos chefes de milícia da Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi morto a tiros neste domingo (21/1) em um quiosque





Sérgio Rodrigues da Costa, conhecido como Sérgio Bomba e apontado como um dos chefes da milícia de Sepetiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi morto a tiros, na noite deste domingo (21/1), em um quiosque no Recreio dos Bandeirantes.


O homem estava acompanhado de uma mulher no momento em que houve a execução, por volta das 21h. Ela não se feriu.


A Delegacia de Homicídios foi acionada para realizar uma perícia no local.


Há cerca de um mês, a milícia de Sepetiba ficou dividida, após um dos homens apontados como sucessor do miliciano Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho, ser morto a tiros na comunidade Três Pontes, em Paciência.

Antônio Carlos dos Santos Pinto, o Pit, era um dos responsáveis por cuidar da parte financeira da organização criminosa, chamada de Bonde do Zinho. Ele e o filho foram mortos em dezembro do ano passado.

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio estava investigando a atuação do Sérgio Bomba na guerra da milícia em Sepetiba. A disputa poderia ser contra Rui Paulo Gonçalves Estevão, o Pipito, braço direito do miliciano Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho, preso no fim de 2023.



Fonte: Metrópoles 



14 comentários:

  1. Morto? Não, ele estava apenas descansando no banco

    ResponderExcluir
  2. Como um cara que sabe que tá devendo pra Deus e o mundo tem a ideia de sentar numa mesa pra tomar uma cerveja sem preocupação alguma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrogância, irmão! Tem gente que confia demais na força do punho e acha que é o intocável! Uma hora a conta chega! Quem nada nessa vida não vai muito longe ou não vive em paz.

      Excluir
  3. 𝘼𝙞𝙣𝙙𝙖 𝙛𝙖𝙡𝙖𝙢 𝙦𝙪𝙚 𝙤 𝙧𝙟 𝙘𝙤𝙣𝙩𝙞𝙣𝙪𝙖 𝙡𝙞𝙣𝙙𝙤....😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
  4. Não entendo a cabeça de um cara com nome "grande" no mundo do crime, ficando em ambiente público como se fosse alguém comum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 𝙀𝙪 𝙛𝙞𝙯 𝙪𝙢 𝙛𝙞 𝙣𝙖 𝙩𝙪𝙖 𝙞𝙧𝙢ã, 𝙥𝙚𝙙𝙧𝙞𝙢.

      Excluir
  5. Menos um pra extorqui os outros

    ResponderExcluir
  6. Pelo menos dessa vez acertaram o alvo, não mataram um inocente de aparência semelhante.

    ResponderExcluir
  7. Resumindo: "O Sérgio Bomba EXPLODIU!!!" kkkkkkk

    ResponderExcluir

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Atenção! Comentários relacionados a políticas, perfis com nomes de políticos ou nomes escrotos não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.