POPULAÇÃO TENTA LINCHAR MELIANTE ACUSADO DE MATAR UMA MENINA DE 4 ANOS NO RJ

 



Kemilly Hadassa Silva foi vista pela última vez dormindo no quarto com os irmãos, na casa de uma tia. Até a última atualização desta reportagem, nem a PM nem a Polícia Civil tinham esclarecido se o homem teve envolvimento no sumiço. Também não havia a confirmação de que Kemilly havia sido morta, e as buscas pela criança continuavam.




Moradores de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, chamaram a polícia depois que detiveram um homem que, segundo eles, confessou ter levado e matado Kemilly Hadassa Silva, de 4 anos, a menina desaparecida desde sexta-feira (8).


Segundo a PM, “policiais militares do 20º BPM (Nova Iguaçu) foram acionados para a Rua Pernambuco, no bairro Campo Alegre, em Nova Iguaçu, onde, de acordo com o solicitante, um homem teria confessado o homicídio” de Kemilly.


“No local, a equipe encontrou o suspeito detido por populares. O indivíduo foi encaminhado para a 56ª DP (Comendador Soares)”, detalhou.


Até a última atualização desta reportagem, no entanto, nem a PM nem a Polícia Civil tinham esclarecido se o homem teve envolvimento no sumiço. Também não havia a confirmação de que Kemilly havia sido morta, e as buscas pela criança continuavam.


A Polícia Civil informou que o Setor de Descoberta de Paradeiros da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) assumiu o caso.


De acordo com a família, Kemilly foi vista pela última vez na madrugada de sábado (9) enquanto estava dormindo no quarto com os irmãos, na casa de uma tia.



Vizinhos fazem busca




A família e os amigos da menina faziam buscas desde a manhã de sábado para achar a menina.


“Disseram que era pra gente procurar em hospitais e necrotérios, que segunda-feira era pra gente ir com esse papel, boletim de ocorrência pra Belford Roxo, pra delegacia de Belford Roxo, que lá eles iam ver que providências tomar”, contou a tia da menina, Monique Silva.


A família mora em um terreno com casas muito próximas umas das outras. A mãe contou que saiu durante a madrugada e a tia que mora no cômodo ao lado ficou responsável pelas crianças.


“Eu dei jantar a eles, botei eles pra dormir. Aí dormiram. Aí meia-noite e meia eu saí porque a minha irmã que olha eles pra mim, porque a gente mora na mesma casa praticamente. Aí ela vigia eles pra mim. Quando eu cheguei, ela não estava mais. Só os dois irmãos”, disse Suelen Silva.




17 comentários:

  1. É pra acertar no cara não na viatura seus animal

    ResponderExcluir
  2. Saiu de madrugada pra dar o cu no baile funk deixou o anjinho na mão do lobo , agora paga de mãe dedicada , sendo esse ou sendo outro quem foi já sabia da rotina da mulher só esperou o momento , e a polícia fez certo primeiro tem que averiguar se realmente foi esse

    ResponderExcluir
  3. Gritaria da desgr@ça cambada... pega e mata então...

    ResponderExcluir
  4. Os animais chama a polícia pra que então? Depois que a PM chega resolvem bater nele, aí é pra acabar mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Essa população de merda... Ainda esperou a polícia chegar--" era pra ter matado logo esse filho da puta...

    ResponderExcluir
  6. Filhos da put4. M@ta esse lixo logo. Kpeta sô

    ResponderExcluir
  7. kkkk rj ta parecendo moçambique, que lugar precario

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. no fundo do seu subconsciente tu quer um loirão pra alargar esse teu caneco e goela

      Excluir
  8. e a mãe prostituta que largou as crianças sozinhas pra ir no forró? não vai presa?

    ResponderExcluir
  9. Um ordinário desse nem era para estar vivo, cara maldito pqp 😡😡😡

    ResponderExcluir
  10. Esses descendentes de afro é foda.

    ResponderExcluir
  11. Poha que desgraçado!!!! https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/caso-hadassa-veja-o-que-sabe-sobre-a-menina-morta-e-estuprada-no-rj/ 😡😡😡😡 que morra da pior forma possível!!

    ResponderExcluir

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Atenção! Comentários relacionados a políticas, perfis com nomes de políticos ou nomes escrotos não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.