REAÇÃO VIOLENTA APÓS PRISÃO DE OVIDIO GUZMÁN LÓPEZ FILHO DE "EL CHAPO"


A operação em Sinaloa deixou 29 mortos, 35 soldados feridos e 21 detidos 




MÉXICO - A captura de Ovidio Guzmán López, El Ratón, deixou um saldo de 29 mortos –19 supostos criminosos e 10 militares–, 35 militares feridos e 21 supostos criminosos presos, informou ontem o chefe da Secretaria de Defesa Nacional (Sedena) , Luis Crescencio Sandoval.


Na manhã do presidente Andrés Manuel López Obrador, o general atualizou a contagem do dia na quinta-feira em Culiacán e outras cidades de Sinaloa para prender o filho de Joaquín El Chapo Guzmán.


Explicou que para restabelecer a ordem na entidade foram mobilizados mais de 3.500 elementos das forças armadas. E desde ontem a presença militar "foi reforçada com mil elementos da Força-Tarefa Mista do México, composta por pessoal da Guarda Nacional (GN), do Exército e da Aeronáutica para continuar com as operações em Sinaloa e garantir que os cidadãos não sejam prejudicado". Até a manhã de ontem, disse ele, não houve relatos de vítimas civis.


Indicou que também foram montados dois círculos de segurança nas proximidades da penitenciária federal de segurança máxima El Altiplano, no estado do México, onde Guzmán López está detido.


Sobre essas ações, o general garantiu que o governo federal não busca “enfraquecer” determinado cartel, mas sim “agir em conjunto” para evitar que algum grupo criminoso prejudique a população.


Ele destacou o trabalho dos elementos que pereceram nessas ações. “Dez soldados, enfatizando seus valores como soldados da pátria, infelizmente perderam a vida no cumprimento do dever, a fim de garantir a segurança dos cidadãos e do povo sinaloense. O Estado mexicano prestará todo o seu apoio aos enlutados, realizando as honras fúnebres de acordo com o estabelecido no cerimonial militar”.


Acrescentou que se presta atenção médica em diferentes hospitais, tanto civis como militares, aos 35 militares feridos com armas de fogo.


Indicou que quatro fuzis Barrett calibre 50, seis metralhadoras calibre 50, 26 armas longas e duas armas curtas, carregadores, cartuchos, diversos equipamentos táticos e 13 veículos operacionais foram apreendidos na cela que estava com Ovidio Guzmán; 40 vans foram desativadas (26 eram blindadas). Além disso, foram apreendidos 1,4 quilo de maconha, 150 gramas de cocaína e seis sacos de comprimidos de fentanil.


10 comentários:

  1. "Ovídio do Ipiranga as margens plácida,
    de um povo heróico o brado retumbante."

    ResponderExcluir
  2. Nego acha que as facçoes daqui sao ruim, que os caras sao carniceiros, nem se compara com os carteis do mexico

    ResponderExcluir
  3. Sobrou bala pra todo mundo.....
    E pra todo lado.....
    Carrada fechada......
    Coletados com sucesso....

    ResponderExcluir
  4. Continuo no meu tur pelas Américas
    😏😈👇🔥🔥🔥🔥

    ResponderExcluir
  5. México é pior que Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, e o Amazonas, slc véi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O governo Mexicano se acovardou e soltou o Guzmán. Acho que até Cuba conseguiria anexar o México em caso de guerra.

      Excluir
  6. Morreu o monte de nego, menos a raiz do problema "Guzmán López"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se matarem ele, é capaz de estourarem uma guerra.

      Excluir

PERFIL COM NOME ESCROTO E COMENTÁRIOS IMBECIS, NÃO SERÃO ACEITOS NAS POSTAGENS.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Tecnologia do Blogger.