LADRÃO AGONIZANDO APÓS SER ATACADO A GOLPES DE FACÃO DURANTE ASSALTO NA COLÔMBIA

 



Google Tradutor...



De acordo com as informações que circulam, o vídeo pode ter sido gravado em Santander, na Colômbia, na área de Quilichao, mas no momento não temos como confirmar o local ou a data.


O que se pode ver no vídeo é como um grande número de pessoas cerca um jovem que se encontra com as duas mãos gravemente feridas, com cortes que quase cortaram as mãos inteiras.


Apesar de não sabermos o estado de saúde do jovem, podemos supor que as suas mãos ficaram completamente sem função depois disto, diz-se que foi ferido por outras pessoas durante um assalto, mas não há meios de comunicação locais que o confirmem.



9 comentários:

  1. Me da uma mãozinha aqui....
    🤜🤛🙌🏿🤲

    ResponderExcluir
  2. Pessoal do site tem como criar um modo noturno com o fundo preto ai valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O próprio navegador Chrome faz isso, depois da uma olhadinha no YouTube.

      Excluir
    2. https://www.youtube.com/watch?v=Xas_DPwEzJ0&ab_channel=AlisonThiago esse vídeo aí é bom...

      Excluir
  3. Vagabundo não devia ter direito a nenhum recurso humano, se eu fosse policial/médico fazia questão de enrolar o máximo possível pra esses v3rmes morrerem no meio da rua igual bicho

    ResponderExcluir
  4. Colômbia é fudida igual o Paquistão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma live de pularia que só tem mulher da Colômbia a maioria e da Colômbia

      Excluir
  5. Tomara que vire moda no mundo inteiro.✋🐀🐭🖕

    ResponderExcluir
  6. Depois do video os policiais levaram o bandido pro tratamento no hospital custeado pelo dinheiro do contribuinte . Enquanto o colombiano based foi levado pra delegacia.

    ResponderExcluir

PERFIL COM NOME ESCROTO E COMENTÁRIOS IMBECIS, NÃO SERÃO ACEITOS NAS POSTAGENS.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Tecnologia do Blogger.