SUSPEITO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É EXECUTADO A TIROS POR POLÍCIAS NO EUA

 



Google Tradutor 



 O departamento de polícia de Columbus, Ohio, divulgou nesta quarta-feira vídeos de câmeras de corpo inteiro mostrando um policial atirando fatalmente em um homem negro em sua cama durante uma tentativa de cumprir um mandado de prisão.


 Donovan Lewis, 20, estava desarmado quando foi baleado na madrugada de terça-feira por Ricky Anderson, um veterano de 30 anos da Columbus Division of Police, informou o Columbus Dispatch, citando uma entrevista coletiva da polícia da cidade.


 Menos de um segundo se passou entre Anderson abrindo a porta do quarto quando um cão policial latiu antes de o policial disparar um único tiro no abdômen de Lewis, disse a chefe de polícia Elaine Bryant a repórteres.  Parecia que Lewis tinha um dispositivo vaping na mão e nenhuma arma foi encontrada no apartamento, disse Bryant.


 


 A polícia tinha um mandado para prender Lewis por acusações de violência doméstica, agressão e manuseio impróprio de uma arma de fogo, disse Bryant a repórteres.


 O Departamento de Investigação de Ohio está investigando o assassinato, o mais recente de uma longa série de negros americanos desarmados sendo mortos pela polícia nos Estados Unidos.


 Bryant disse que os policiais bateram na porta do apartamento por quase dez minutos e se identificaram como policiais de Columbus antes que alguém atendesse.


 Os vídeos das câmeras da polícia mostram dois homens, nenhum deles Lewis, abrindo a porta e sendo algemado.


 Os policiais perguntam aos dois homens quem mais está dentro do apartamento.


 "Ele vai ser mordido por um cachorro", um oficial diz a eles antes que a unidade canina entre no apartamento com revólveres em punho.


 O cachorro late para indicar alguém no quarto atrás da porta fechada.  Os policiais gritam, dizendo que o cachorro está chegando. Anderson então prende o cachorro e abre a porta, mostra o vídeo.


 Lewis pode ser visto no feixe da lanterna de um oficial se apoiando na mão esquerda em seu colchão enquanto Anderson atira.  Lewis cai na cama.


 Um oficial repetidamente diz a Lewis para "rastejar" para fora da sala.  Lewis se contorce e geme em sua cama enquanto os policiais chegam para algemar suas mãos atrás das costas e dizer-lhe para parar de resistir.


 Os policiais então carregam Lewis sangrando pelas escadas do prédio e prestam assistência médica nele enquanto esperam por um médico.


 Lewis foi declarado morto às 3h19 em um hospital próximo, informou o Dispatch.


 "Esses incidentes deixam para trás familiares de luto, perguntas não respondidas da comunidade e mais uma divisão entre os cidadãos e o departamento de polícia", disse o capítulo Columbus do grupo de direitos civis da Associação Nacional para o Avanço das Pessoas de Cor em comunicado.








14 comentários:

  1. "junte suas mãos, pare de resistir" o cara molinho, já agonizando kkkkkkkk policiais filha da puta, atirou num cara deitado e dormindo.

    ResponderExcluir
  2. Trabalho sensacional da polícia norte americana, show de bola. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
  3. O cara já chegou atirando maluco kkkkkkk, e ainda manda o cara "parar de resistir" sendo que ele tá agonizando, q fdps

    ResponderExcluir
  4. Pra pegar as pessoas desprevenidos eles são ótimos, agora intervir em massacres escolares eles ficar que nem umas mocinhas, o salvador ramos fez a limpa na escola é nenhum policial teve a coragem de avança nos corredores parecia uns patetas parado um olhando pra cara do outro esperando o superman aparecer, ficaram mais de uma hora nessa brincadeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrivel como é facil falar ai sentado atras da tela no ar condicionado, se vc fosse o policial nessas situações de massacre ia virar uma mocinha com certeza.

      Excluir
  5. Claramente um policial mal treinado que colocou o dedo no gatilho. Depois da cagada que fez ficou sem o que dizer aí começou a falar "não resistir" como todos os outros coleguinhas de profissão dele.

    ResponderExcluir
  6. Uma coisa que reparei de diferente entre o Brasil e os EUA. Lá passam muito a mão na cabeça de policial, por isso eles tem o dedo mole pra atirar, mesmo havendo câmera presa ao corpo, já aqui, passam muito a mão na cabeça de criminoso, por isso eles também tem o dedo mole pra atirar.

    ResponderExcluir
  7. Pau no cu de quem pratica violencia domestica. Merecia mais tiros esse merda.

    ResponderExcluir
  8. Se ele tinha mandado de prisão e historico de porte ilegal de arma de fogo bom ser humano nao era

    ResponderExcluir
  9. No YT tem filmagens piores, os cara parece não gostar de negro, mesmo se o policial for negro ele mata e fica conversando com a porra de um cadáver que jamais lhe responderá algo.
    Os cara atira por você dar um passo atrás, ou qualquer coisa boba que você fazer, como retrucar um policial ou não obedecer a ordem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já reparei isso também. Os caras atiram por nada, e são sádicos também, quantas vezes eu vi vídeo do sujeito já algemado no chão, e eles soltam o cachorro pra rasgar a perna ou o braço do cara.

      Excluir
  10. Vixi, nessa ai o Policial vai se fuder

    ResponderExcluir

Atenção! Deixe um comentário nas postagens, as quais os vídeos não estão abrindo para refazer o upload.

Tecnologia do Blogger.