HOMEM É ASSASSINADO COM VÁRIOS TIROS EM MOSSORÓ-RN



 


Lucas Leandro de Almeida Silva, que era dono de uma açaiteria, havia saído para realizar uma entrega, quando foi perseguido e assassinado a tiros. O crime aconteceu por volta das 12h20 desta quarta-feira (31). De acordo com a Perita Roberta Lícia, do Itep, no local foram identificados dois tipos de munições, calibre .40 e 380. No corpo da vítima havia, pelo menos, 20 perfurações em regiões de alta letalidade. Já o delegado Denis Carvalho, que atendeu a ocorrência, afirmou que a vítima não tinha nenhum envolvimento conhecido com ilícitos e que todas as testemunhas afirmaram se tratar de um trabalhador, uma pessoa de bem. A Polícia Civil vai iniciar as investigações, inclusive com base nos pedidos que foram feitos e que o jovem iria entregar antes de ser morto.



Mossoró chega a marca de 115 homicídios, tendo o mais recente sido registrado por volta das 12h20 desta quarta-feira (31), no bairro Integração, região do Santa Delmira.


Lucas Leandro de Almeida Silva, que era proprietário de uma açaiteria e realizava delivery, havia saído para fazer umas entregas. Ele teria sido perseguido e assassinado a tiros, no final da Rua João Francisco de Souza.


De acordo com a Perita Roberta Lícia, do Itep, a perícia mais detalhada deverá indicar o sentido em que a perseguição ocorreu, no entanto, no local, foi possível identificar que Lucas foi atingido ainda em movimento, caiu e terminou de ser executado.


Segundo ela, foi possível identificar dois tipos de munições, calibre .40 e 380. Ao todo, foram realizados 46 disparos. Já no corpo do jovem, havia cerca de 20 perfurações, que podem ser de entrada e saída dos projéteis.


Houve muita comoção no local. O MOSSORÓ HOJE conversou com amigos e familiares que estavam acompanhando a perícia e todos atestaram que se tratava de uma pessoa boa, trabalhadora e que não tinha envolvimento com a criminalidade.


Este último fato foi confirmado pelo Delegado Denis Carvalho, que afirmou que Lucas não tinha ficha criminal. Segundo ele, as investigações serão iniciadas com base nos pedidos que foram feitos e que o jovem iria entregar antes de ser morto.


No local, não foram encontrados celular e nem documentos da vítima. A Polícia não sabe se o rapaz não estava com esses itens ou se eles foram levados pelos criminosos, afim de dificultar a identificação do corpo.


O corpo de Lucas foi removido para a sede do Itep, onde passará por exames e será liberado para sepultamento.



Fonte: Mossoró Hoje







Nenhum comentário:

Perfil com o nome escroto e comentários imbecis, não serão aceitos nas postagens.

Tecnologia do Blogger.