RESULTADO DA OPERAÇÃO POLICIAL NA COMUNIDADE DE MANGUINHOS

 


Corpos ensanguentados pela rua, cobertos com lençol por moradores desesperados. Outros carregados com panos e dois ainda jogados na caçamba de uma picape por agentes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Registros em vídeo que circulam pelas redes sociais da operação na comunidade de Manguinhos, na zona norte da capital fluminense, nesta terça-feira (12/7) pintam uma cenário de terror.



Diferentes veículos de imprensa divulgaram que ao menos seis pessoas foram mortas. À Ponte, a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde confirmou que cinco vítimas baleadas deram entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manguinhos e morreram. Não responderam se elas foram levadas por resgate ou pelos próprios policiais, nem se ainda estavam ou não com vida quando chegaram à unidade.


Ao site Voz das Comunidades, a educadora social Graciara Silva, que se identificou como mãe de um dos mortos, denunciou que ainda teriam mais quatro vítimas da ação policial. “Acordamos hoje de manhã, operação aérea, por baixando andando tudo e o que aconteceu? Extermínio, morte e violência. O meu filho hoje não está mais nessa terra: um jovem de 25 anos que deixa três meninas. Eu falo como muitas outras mães que estão nessa mesma situação, em que a criminalização da pobreza nos deixa vulnerável sobre qualquer fonte de recurso para que a gente possa lutar”, declarou com lágrimas nos olhos.


Fonte: Ponte. Org



Nenhum comentário:

PERFIL COM NOME ESCROTO E COMENTÁRIOS IMBECIS, NÃO SERÃO ACEITOS NAS POSTAGENS.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Tecnologia do Blogger.