HOMEM FAZ PEDIDO E TEM O SONHO REALIZADO PELOS AMIGOS

 


Na cidade de Porto Nacional, interior de Tocantins, um velório se transformou em festa. O comerciante Raimundo Nonato Fonseca de Souza morreu aos 67 anos. 


Conhecido como Estrelinha, ele pediu que uma festa fosse feita quando morresse, no bar que comandava.


Os amigos atenderam o desejo, registrado em vídeo, e realizaram a comemoração em homenagem a Estrelinha. Durante a despedida, o bar estava cheio e os presentes dançavam forró.


“Eu quero ser velado nesse bar meu, na minha empresa, e não quero ninguém chorando. Todo mundo bebendo, farreando, passando música de Roberto Carlos e Raul Seixas”, exigiu o comerciante.









Nenhum comentário:

Perfil com o nome escroto e comentários imbecis, não serão aceitos nas postagens.

Tecnologia do Blogger.