POLICIAL CIVIL É ASSASSINADO A TIROS NA ZONA OESTE DO RJ

 

João Joel de Araújo, de 51 anos, trabalhava na 12ª DP (Copacabana) e tinha mais de 20 anos de experiência



Um inspetor da Polícia Civil foi morto a tiros em Guaratiba, na zona oeste do Rio, nesta quarta-feira (11). João Joel de Araújo, de 51 anos, trabalhava na 12ª DP (Copacabana) e tinha mais de 20 anos de experiência. A Delegacia de Homicídios da Capital investiga o caso.


O crime aconteceu de manhã, por volta das 10h, na estrada da Grota Funda. Segundo as primeiras informações, a vítima, que tinha um carro blindado, foi atacada após desembarcar, quando estava em uma oficina mecânica. 


De acordo com informações da Record TV Rio, mais de 10 tiros foram disparados com um fuzil na cena do crime.  Assustados, moradores chamaram a PM. Policiais do 27ºBPM (Santa Cruz) encontraram o inspetor sem vida ao chegarem no local.


Por volta das 13h, agentes da Polícia Civil faziam uma perícia na cena do crime. Eles buscavam informações que pudessem ajudar a identificar o assassino. 


Em uma área próxima, a polícia encontrou um carro incendiado, que pode ter sido usado pelo criminoso. Denúncias indicaram que o carro foi abandonado na estrada do Pontal e consumido pelas chamas após o assassinato do inspetor. A informação deverá ser apurada. 


Fonte: Notícias R7






14 comentários:

  1. mais um policial assassinado, meio suspeito, será que foi "queima de arquivos" ou um "cala boca" dos bandidos?
    vai saber hein......

    ResponderExcluir
  2. Operação vem por aí 🚬🗿😈

    ResponderExcluir
  3. O final é uma carteira de papel com plastico... ou uma pedra com seu nome e tempo de vida kkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD tmnc...

    ResponderExcluir
  4. +1 guerreiro que se foi, descanse em paz

    ResponderExcluir
  5. Rio de Janeiro, como sempre, castigando seu povo.

    ResponderExcluir
  6. Quem matou um policia civil, pode ter certeza que ta morto também

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão aceitos.
Coloquem um nome antes de comentar.

Tecnologia do Blogger.