TRAFICANTES FILMANDO EXECUÇÕES PELAS RUAS DE IRANDUBA EM MANAUS

 

Traficante de vulgo “Dedo” que pertence a facção RDA (Revolucionários do Amazonas) costumava filmar seus assassinatos praticados em Iranduba.





O traficante Thiago Mendes Barbosa, 25, conhecido como “Dedo”, preso na última sexta-feira (1), é suspeito de envolvimento em diversos assassinatos no município de Iranduba (distante a 27 quilômetros de Manaus) e costumava filmar juntamente com seus comparsas os homicídios e guardar os vídeos em seus celulares, conforme informou a Polícia Civil.

Os assassinatos aconteceram devido a uma “guerra” entre duas facções criminosas que atuam na cidade.

“É um indivíduo de alta periculosidade, que foi preso ontem por agentes da Seaop em Manaus. Ele estava promovendo uma verdadeira carnificina em Iranduba”, disse um policial, que pediu para ter o nome preservado.

Segundo o titular da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop), coronel Cledemir Silva, o homem estava sendo procurado pela polícia, tinha três mandados de prisão em aberto pelos crimes de tráfico de drogas e homicídios no município de Iranduba.

“Já tem vários homicídios nas costas. Só em Iranduba, ele é conhecido por uns dez. Tentamos demais pegar esse elemento, mas toda vez ele conseguia fugir. Hoje a denúncia foi precisa e através disso não teve como ele se esconder ou esboçar nenhum tipo de reação”, explicou o coronel Cledemir Silva.

Em um dos casos, que ocorreu na última quarta-feira (30), Thiago Barbosa aparece com mais três outras pessoas, que já estão sendo investigadas executando a tiros o autônomo Telrivan da Silva Costa, 31, que estava sentado em uma calçada no Distrito de Cacau Pirêra, ao lado de uma mulher, que não teve o nome divulgado, e foi atingida com um tiro no braço.


Os criminosos sempre utilizavam um veículo, de modelo Argo, cor branca e placa não divulgada para praticar os crimes no município.



Fonte: AmPost




Um comentário:

Perfil com o nome escroto e comentários imbecis, não serão aceitos nas postagens.

Tecnologia do Blogger.