EXECUÇÃO DE CHEFE DO PCC NA ZONA LESTE DE SÃO PAULO

 


Considerado principal comandante do grupo fora dos presídios, Anselmo Fausta foi morto em cruzamento


Foi assassinado nesta segunda-feira (27), em São Paulo, o criminoso Anselmo Fausta, considerado o principal chefe da facção PCC fora dos presídios. Ele estava dentro de um carro parado diante de um semáforo na zona leste de São Paulo quando foi alvejado por criminosos em um veículo que estacionara ao lado. Na ação, também morreu Antonio Corona Neto, que dirigia o carro onde estava Anselmo Fausta.


A emboscada foi registrada por câmeras de segurança da região, que mostram que o veículo do chefe do PCC já vinha sendo seguido antes de parar na praça Vinte de Janeiro, no Tatuapé. Os assassinos dispararam ao menos oito vezes. Na sequência, o veículo com os dois baleados se movimentou sem controle até atingir o portão de um prédio. 


De acordo com a polícia, Anselmo foi assassinado por conta de uma disputa de poder e dinheiro dentro da própria facção. Criminosos estavam incomodados com a ascensão dele no comando do tráfico internacional de drogas.


Ele também era investigado pelo roubo de 720 quilos de ouro no aeroporto de Guarulhos, em 2019. A vítima teria financiado o assalto da carga, avaliada em R$ 110 milhões. Apesar de comandar um império no mundo do crime, ele mantinha uma vida discreta. Só andava em carros populares, para não chamar a atenção da polícia e de desafetos.



A investigação quer identificar o ponto inicial da perseguição através das câmeras de segurança do bairro. O caso foi registrado no 30° DP (Tatuapé).


Fonte: Notícias R7




Nenhum comentário:

Perfil com o nome escroto e comentários imbecis, não serão aceitos nas postagens.

Tecnologia do Blogger.