MASSACRE NO SALGUEIRO APÓS POLICIAL SER MORTO NESSE FIM DE SEMANA

 


RIO DE JANEIRO

A manhã de hoje começou com desespero e medo no Complexo do Salgueiro. Moradores da comunidade, localizada em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, acusam a polícia militar de ter promovido uma chacina em vingança pela morte de um soldado.

Ao longo do fim de semana, a polícia militar realizou ação na região e houve troca de tiros. Durante o fim de semana, foi reportada a morte de um PM e também foi confirmado que uma idosa foi baleada durante o confronto.
No entanto, na manhã desta segunda-feira (22), moradores localizaram corpos em um mangue próximo, no bairro das Palmeiras. Segundo moradores, a PM seria responsável pelas mortes. Moradores apontam sinais de tortura nos corpos.

“Os corpos estão todos jogados no mangue, com sinais de tortura. As pessoas, uma jogada por cima da outra. Estava com sinal totalmente de chacina mesmo“, relatou uma testemunha.

O caso está sendo acompanhado pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro e também pelo Ministério Público, que foi acionado pela Defensoria. A polícia não se manifestou especificamente sobre os corpos, mas um porta-voz afirmou que se trata de “um momento em que marginais estavam no interior da mata fechada”.
Até o momento, os mortos ainda não foram identificados. Ivan Blaz, o porta-voz da PM, também afirmou aguardar resultado da perícia. Blaz ainda relatou que a operação foi resultado de denúncias de que criminosos teriam se apropriado de escolas como QG do crime.

Na operação, o sargento Leandro Rumbelsperger da Silva, de 40 anos, foi morto.

Fonte: noticias.uol.com.br








Áudios retirados do WhatsApp.




                                  Policial morto





Nenhum comentário:

Perfil com o nome escroto e comentários imbecis, não serão aceitos nas postagens.

Tecnologia do Blogger.