HOMEM MATA LADRÃO COM UM TIRO NA TESTA E EM SEGUIDA DESOVA O CORPO DO MELIANTE EM UMA VALA

 


Na manhã de ontem, o corpo de um rondoniense de 28 anos, natural de Vilhena (RO), foi encontrado jogado em uma vala a cerca de 2 km da rodovia, que liga as cidades de Campos de Julio e Sapezal, ambas em Mato Grosso.


A vítima, bandido identificado como Paulo César Ribeiro Tenório, apresentava uma perfuração de bala na testa. O autor do disparo que causou a morte se apresentou na polícia e deu sua versão. A reportagem teve acesso a informações oficiais e ao vídeo que mostra o que aconteceu.


De acordo com o dono de uma chácara em Campos de Julio, na quarta-feira (17), ele havia chegado à noite em casa, onde mora também sua mãe, uma idosa de 67 anos, quando os cachorros começaram a latir e correr em direção ao portão da propriedade. Neste momento, o chacareiro de 45 anos se armou com um revólver calibre 38.


Confirmando a versão apresentada pela vítima, as imagens mostram o bandido de Vilhena olhando a picape Hilux na garagem e, em seguida, com uma pistola ponto 40 na mão, indo em direção à cozinha.


O vídeo também revela que o ladrão encontra de frente o dono da casa e do veículo. A vítima faz dois disparos, e o segundo atinge a cabeça do vilhenense, que cai. Os dois comparsas dele saem correndo.


TENTOU SOCORRER


Mesmo assustado e vendo a mãe idosa passando mal, o homem, que se define como “comprador”, coloca o baleado na picape para tentar levá-lo para receber atendimento médico em um hospital em Campos de Julio.


No trajeto, percebe que está sendo seguido por um carro com os faróis ligados.


Percebendo que o assaltante já está morto e temendo pela segurança de sua mãe, que havia ficado sozinha em casa, o dono da picape joga o corpo na valeta e volta para casa.


PROCUROU A POLÍCIA


Após passar a noite em claro, temendo um novo ataque e preocupado com o estado de saúde da mãe, o chacareiro procura a polícia de Campos de Julio no dia seguinte e conta o que aconteceu. Também fornece as imagens das câmeras que monitoram a casa.


A vítima disse suspeitar que os três marginais pretendiam levar, além da Hilux, os R$ 40 mil em dinheiro que ele havia sacado no banco para fazer o pagamento dos salários de seus empregados.


Ele mesmo leva os policiais onde havia deixado o corpo e admite que o revólver usado para se defender não era legalizado.


FICHA CORRIDA


Ao confeccionar o Boletim de Ocorrência sobre o caso, a Polícia Civil de Campos de Julio obteve a informação de que Paulo César era suspeito de uma série de crimes em Vilhena, inclusive homicídios. Esta suspeita será investigada.


Também contra o vilhense pesa a suspeita de ter participado de outro roubo, quando em outra chácara os criminosos levaram uma Hilux, uma moto e mais R$ 20 mil em dinheiro. Este crime aconteceu na mesma cidade mato-grossense cerca de de dois meses atrás.


É DE VILHENA


Tanto a polícia de Campos de Julio quanto a funerária de Comodoro que recolheu o corpo e o levou para ser submetido a autópsia tentaram contato com os familiares de Paulo César que moram em Vilhena, mas não conseguiram falar com ninguém.




Fonte: Folha Sul Online 







25 comentários:

  1. O cachorro que entregou o ladrão. Ele passou correndo e deu sinal de que o bandido estava vindo.

    ResponderExcluir
  2. ver bandido se ferrando é tão satisfatório, menos um na escória da sociedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como menos? Se o cara matou ele também é do crime uai

      Excluir
    2. Porra... o cara agora fez jus ao nome.

      Excluir
    3. Sem falar que realmente o cara agora é um criminoso pois a conduta de uma pessoa honesta com certeza não é desovar a porra de um corpo kkkkkkkk

      Excluir
    4. Não sei de vocês perceberam que eu especificamente falei apenas do que foi morto com um projétil no crânio. Sendo assim, eu repito, menos um na escória da sociedade. Agora, se o cara que matou é criminoso ou não, prefiro não opinar, eu estaria fazendo dunning-kruger.

      Excluir
  3. o foda é q o chacareiro vai ser julgado e provavelmente pode ser até preso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cachaceiro é o caralho. O mlk defendeu a casa dele

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    3. o cara leu "cachaceiro" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    4. É óbvio que deve ser preso, o cara atirar em um bandido invadindo sua residência em alguns casos até é OK. No entanto o cara além de executar jogar o cadáver em uma vala para se livrar do assassinato é coisa de criminoso. Esse cara que vocês estão aplaudindo é um criminoso também, ocultação de cadáver não é conduta de pessoas honestas.

      Excluir
    5. É melhor se tornar um criminoso do que deixar outro fazer o que bem entender com você.

      Excluir
  4. Ave maria doido o u famoso 3 capa tropa ainnn nobruzera apelaumm

    ResponderExcluir
  5. Esse cara é um homem de verdade, ainda tentou ajudar esse Lixo de Ladrão
    Quando a presa tá preparada, o predador dorme com fome

    ResponderExcluir
  6. todo fim de ladrao é assim. um caminho sem futuro.

    ResponderExcluir
  7. Legítima defesa. Quem defende merece ter a casa invadida.

    ResponderExcluir
  8. Defesa própria ! Desovou o vagabundo porque teme os "direitos humanos" q olham o bem estar de criminoso. Os fatos são claros, mas ele ficou c medo de processo. No Brasil as coisas são invertidas: bandido vira vítima, e o dono da casa INVADIDA com a MÃE IDOSA LÁ são tratados como se fossem os ladrões. Eu entendi porque ele fez tudo.
    Pessoa defensora de vagabundo nao enxerga justiça

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.