VOCALISTA DE UMA BANDA DE FORRÓ É MORTO A TIROS POR MEMBROS DE UMA FACÇÃO CRIMINOSA EM MANAUS

 


O cantor Romário de Jesus Santiago Costa, de 27 anos, mais conhecido como Romarinho MEC, vocalista da banda Forró Di Respeito e seu tecladista que não teve a identificação revelada, foram baleados na madrugada desta quinta-feira (09), após saírem de um show realizado no bairro Planalto.


Segundo informações que chegaram até nosso portal, Romarinho teria saído de um evento e foi comemorar seu aniversário em um posto com amigos. Ao chegar no local, membros da facção criminosa Cartel do Norte (CDN), estariam no local esperando pelo artista. Após uma discussão, o artista entrou em seu veículo e saiu do local, quando um veículo de cor prata, começou a perseguir o cantor.

Os membros da CDN executaram o cantor de forma brutal, onde ele foi atingido com 8 tiros de fuzil e acabou morrendo no hospital 28 de agosto.


Romarinho teria sido contratado para fazer um show no Rio de Janeiro, em uma área supostamente comandada pelo Comando Vermelho. Desde então, o cantor vinha recebendo ameaças pelas redes sociais inclusive acusando o artista de ter envolvimento com a facção criminosa. Romarinho chegou a postar nas redes sociais que ele era artista e que ganhava dinheiro para cantar, que não tinha envolvimento com o crime e que onde chamassem ele para cantar, se fosse para ganhar dinheiro, ele iria.





















Nenhum comentário:

ATENÇÃO!

Comentários imbecis que não tem nada a ver com as postagens, não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.