FAMILIARES ABREM CAIXÃO PARA MOSTRAR O CORPO DE UMA MULHER QUE FOI MORTA A TIROS

 

Jovem é morta com tiro no tórax dentro de sua própria residência; família suspeita do companheiro



Carolina, mais conhecida como Carol, de 18 anos, foi morta na madrugada da última segunda-feira (5).


Na madrugada dessa segunda-feira (5), uma jovem identificada como Carolina, mais conhecida como Carol, de 18 anos, foi morta com um tiro na região do tórax no bairro do Mocó, na cidade de Coroatá, no Maranhão.


Carol era namorada de um Cabo da Polícia Militar, identificado como Gilgleidson Pereira Melo. De acordo com o depoimento do policial em uma delegacia da cidade, Carol estava sozinha na residência do casal e ligou para ele dizendo que homens estavam tentando invadir a casa.


Ainda segundo o depoimento do policial, Gilgleidson Pereira teria sido surpreendido por dois criminosos ao chegar na residência. Os suspeitos efetuaram disparos de arma de fogo contra o PM, que revidou e, durante a troca de tiros, Carol acabou sendo atingida e não resistiu.


A família da vítima contesta a versão de Gilgleidson Pereira e afirma que o Cabo da PM tem histórico de violência contra sua companheira. Eles suspeitam que próprio policial possa estar envolvido no crime.


Fonte do texto: o Imparcial 






2 comentários:

ATENÇÃO!

Comentários imbecis que não tem nada a ver com as postagens, não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.