CABEÇA DESOVADA EM VIA PÚBLICA

 





GOOGLE TRADUTOR 


A Medicina Legal estabeleceu que o chefe encontrado em Aguaclara, zona rural de Tuluá, era natural de Santiago Ochoa. O jovem de 22 anos pertenceu à primeira linha de resistência do município. As primeiras versões sugerem que Santiago partiu na manhã do sábado 19 para andar de bicicleta, já que não voltou, seus parentes denunciaram seu desaparecimento.


Nas redes sociais dizem que ele foi abordado pela Esmad. A polícia negou a informação e garantiu que o pelotão não realizou operações recentemente em Tuluá.



 

A constatação ocorreu depois que a comunidade alertou as autoridades sobre uma situação suspeita, na noite de sábado um desconhecido foi até o local em uma motocicleta e deixou a sacola do lado de fora de uma casa naquela cidade do município. o resto do corpo ainda não foi encontrado.


A Polícia Nacional teve "todas as capacidades institucionais para apurar os motivos e os autores deste ato insano de violência ocorrido na zona rural do distrito de Água Clara do município de Tuluá", segundo a entidade.




7 comentários:

Tecnologia do Blogger.