O CASO MAÍSA UMA GAROTA DE 6 ANOS QUE FOI ESTUPRADA E ASSASSINADA


Esse caso aconteceu em, 21/11/2015, em São Luís do Maranhão. O caso chocou a cidade de, Urbano Santos e também todo o Brasil.

A baixo está a matéria daquela época.

A pequena Maisa Moreno Da Silva, tinha apenas 6 anos de idade, quando foi brutalmente atacada e morta por um monstro covarde.

O crime aconteceu no sábado do dia, 21/11/2015,  na cidade de Urbano Santos, a 262 km de São Luís do Maranhão. A pequena Maísa era de família evangélica e desapareceu de casa, no bairro Queimadas, após retornar da igreja. Segundo informações, ela foi levada para um matagal e estuprada, sendo encontrada somente na manhã de domingo, 22, em estado bastante crítico, com marcas de abuso sexual e esganamento, agonizando, já no frio da morte. Ela foi levada para o hospital da cidade, mas não resistiu a tanta brutalidade.


O MONSTRO DESGRAÇADO


O estuprador identificado como, José Ribamar dos Santos Portácio, de 26 anos, foi preso na quarta-feira, 25/11/2015, ele confessou ser o autor do estupro e de ter matado a pequena Maísa, na zona rural da cidade de Urbano Santos, no último fim de semana.


‘Guiguinê’, como é conhecido o criminoso, contou friamente à polícia que estava bêbado quando levou a garota para o matagal no sábado a noite para cometer a barbárie. A criança ainda foi encontrada com vida, agonizando no domingo de manhã.

José Ribamar já tem passagens pela polícia e é suspeito de ter cometido outros crimes similares, além de roubos e tráfico de drogas.


REPERCURSSÃO

Um vídeo foi feito, mostrando a pequena se contorcendo no chão, semi-nua, aterrorizada, ensanguentada e agonizando. Este vídeo viralizou nas redes sociais chocando o país inteiro.

Atenção! O vídeo a seguir contém cenas fortes.



            

            







Um comentário:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Atenção! Comentários relacionados a políticas, perfis com nomes de políticos ou nomes escrotos não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.