DOIS ASSALTANTES MORTOS EM CONFRONTO COM A POLÍCIA NO BOQUEIRÃO


Um assalto à residência no Boqueirão, em Santos, terminou em um sequestro relâmpago com dois criminosos mortos e dois presos em flagrante. Segundo informações da Polícia Militar, o crime teria ocorrido pouco antes das 22 horas, na Rua Dr. Acácio Nogueira. Os criminosos foram detidos minutos depois, já nas imediações do Cemitério da Filosofia, no Saboó. Testemunhas relataram intensa troca de tiros no local.

Conforme apurado pela Reportagem, quatro criminosos teriam participado do assalto. Dois deles entraram no interior da residência no Boqueirão e outros dois comparsas ficaram aguardando do lado de fora. Um Honda HR-V foi levado durante a ação com a vítima no interior do veículo.

Do local, os criminosos seguiram em direção à Avenida Perimetral e de lá acessaram a Avenida Governador Mário Covas. Foi quando viaturas da PM foram acionadas e iniciaram uma perseguição aos criminosos.

Ao acessarem a Avenida Martins Fontes, já nas imediações do Cemitério da Filosofia, no Saboó, houve uma intensa troca de tiros. Passageiros de coletivos e ônibus de viagem que passaram pelo local narraram à Reportagem os minutos de terror.

Conforme informações iniciais da Polícia Militar, na troca de tiros, dois criminosos foram baleados e vieram a óbito. Outros dois foram presos. A vítima, conforme a PM, não teria sofrido nenhum ferimento na ação. Uma soldada também teria sofrido ferimentos em uma das mãos, provocados pelos estilhaços de vidro.

Desespero

A Tribuna On-Line recebeu relatos de diversos internautas que passaram pelo local da ocorrência no momento da apreensão dos criminosos. Um morador, que retornava para casa do trabalho em um ônibus coletivo informou que a intensa troca de tiros na entrada de Santos fez com que muitos passageiros, assustados, se abaixassem no interior do veículo, a fim de se protegerem.

“Fizeram diversos bloqueios no cruzamento com a Avenida Nossa Senhora de Fátima. As pessoas passaram abaixadas dentro do ônibus, algumas chegaram a deitar no chão para se proteger. Havia no local pelo menos uns 100 policiais”, relatou.

Um outro morador relatou que o trânsito na entrada de Santos chegou a ficar comprometido em razão da perseguição. “Um carro branco foi visto na calçada. Ficou tudo parado para quem seguia da Cidade para a Zona Noroeste. Há muitos policiais no local”.

Desespero

“Estava no circular 105 passando em frente ao Cemitério do Saboó quando começou um tiroteio. Os passageiros do ônibus entraram em pânico, saíram das suas cadeiras e se jogaram no chão. No momento pensei que era brincadeira, até que vi vários policiais”, relatou um outro internauta.

Segundo ele, para evitar que algo pudesse acontecer com os passageiros do coletivo, o motorista, imediatamente, acelerou o veículo e deixou o local. “Foi horrível. Lembrei das fotos que publicam nas redes sociais em ônibus do Rio, com todos jogados no chão. Muito triste ver que o mesmo aconteceu aqui. Não temos mais segurança nem para voltar do trabalho pra casa”.

Uma outra passageira também entrou em contato com a Reportagem relatando a perseguição. “Um carro bateu num ponto de ônibus. Houve uma intensa troca de tiros. Foi impossível chegar a janela. Nunca tinha visto nada parecido. Foi assustador”, lamentou.

Fonte: A Tribuna








Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.