{GARY PLAUCHE} O HOMEM QUE MATOU O ACUSADO DE TER MOLESTADO O SEU FILHO

O  fato ocorreu em  16 de março de 1984 por isso merece ser postado na categoria Classic Gore.


 Semanas antes do assassinato de Jeff Doucet, Jody um garoto de 11 anos, filho de Gary e June Plauche, teria desaparecido. Mas tarde o garoto foi localizado em um quarto de hotel na Califórnia, onde o garoto estava hospedado com seu instrutor de karatê, Jeff Doucet.

 As autoridades resgataram Jody Plauche e prenderam Jeff Doucet, de 25 anos, por acusações de sequestro. No avião de volta à Louisiana, depois de um grande júri ter acusado Jeff Doucet de seqüestro agravado, Jeff Doucet confessou ao xerife Mike Barnett, que teria molestado Jody Plauche e outras crianças.

Jody Plauche e Jeff Doucet

Jeff Doucet

 Jeff Doucet estava sendo escoltado pelo xerife Mike Barnett eo policial Bud Connor, que estavam retornando da Califórnia após prender Jeff Doucet. Eles estavam andando com o acusado algemado dentro do aeroporto de Baton Rouge, quando Gary Plauche chegou por trás e fez um disparo a queima roupa, bem na frente de uma câmera da WBRZ-TV, Gary Plauche girou e disparou um único tiro. A bala atingiu Doucet na cabeça.  Doucet chegou a ser socorrido, Mas acabou morrendo no hospital.

Segundo os relatos dos policiais, eles não sabiam e nem tinha notado Gary Plauche, que disse aos  policiais que estava usando  telefone público, conversando com um amigo de longa data. Gary Plauche usava um boné e óculos de sol.

Fotos de Gary Plauche





"Eu o conheço ele a um bom tempo", disse o xerife Mike Barnett. "Mas eu simplesmente não o reconheci quando passei ao seu lado."

O assassinato provocou debates em todo o país, e Gary foi a julgamento por assassinato. Em 1985, Gary Plauche não contestou a acusação de homicídio culposo e recebeu uma pena suspensa de sete anos de prisão, cinco anos de liberdade vigiada e centenas de horas de serviço comunitário.

Além da prisão preventiva, Gary Plauche nunca passou muito tempo na prisão por ter atirado em Doucet.

"Gary quebrou a lei", disse o xerife Mike Barnett. "Mas ele fez o que muitos pais gostariam de ter feito."

Confira o vídeo abaixo.







3 comentários:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Atenção! Comentários relacionados a políticas, perfis com nomes de políticos ou nomes escrotos não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.