EXPLOSÃO EM HOSPITAL NO PAQUISTÃO


Mais de 50 pessoas foram mortas (a maioria advogados e jornalistas que chegaram ao hospital após o assassinato de Kasi) e muitas outras ficaram feridas em um ataque a bomba na cidade de Quetta, no sudoeste do Paquistão.

Um terrorista detonou seu explosivo em um hospital civil logo depois que o corpo do ex-presidente da Associação de Advogados do Balochistão foi trazido.




Nenhum comentário:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do Blog ou que contenham palavras ofensivas.

Atenção! Comentários relacionados a políticas, perfis com nomes de políticos ou nomes escrotos não serão aceitos.

Tecnologia do Blogger.